Homem-Aranha: Longe de Casa | O diretor Jon Watts compartilhou sua teoria sobre o multiverso

Homem-aranha e Mysterio em Homem-Aranha: Longe de casa
Homem-Aranha: Longe de Casa/Marvel/Divulgação

Se você ainda não viu o Homem-Aranha: Longe de Casa, talvez não queira ler este post porque, além de comentar o multiverso, ele trás grandes spoilers do filme!

Agora, caso você já tenha visto o filme, sabe que o Mysterio de Jake Gyllenhaal engana a todos com um verdadeiro show de espetáculos. Ele está mentindo sobre tudo e acaba sendo o verdadeiro vilão do filme, algo que muitos fãs que conheciam o anti herói dos quadrinhos já esperavam.

Quando revelada toda a trama, meu primeiro pensamento foi: “Então o multiverso não existe realmente!” O marketing do filme construiu o multiverso de forma bem sólido, o que foi emocionante para muitos fãs, mas agora, após os eventos de Longe de Casa, sabemos que não há multiverso e que tudo foi uma grande mentira criada por Mysterio.

No entanto, o diretor Jon Watts não está de acordo com isso e apresentou sua teoria para alguns acontecimentos. Nas cenas pós-créditos é revelado que Nick Fury é na verdade Talos, que foi apresentado no Capitão Marvel, e o verdadeiro Nick Fury está relaxando no espaço acompanhando as coisas de longe. Este aspecto do filme, desempenha um papel importante na teoria de Watts.

Conversando com o CinemaBlend, Watts explicou:

“Eu penso muito sobre a coisa do multiverso. As pessoas estavam realmente animadas com isso. E não estamos dizendo que não poderia haver um multiverso neste filme. A única coisa que podemos afirmar com certeza é que o que Jake está dizendo – o que Mysterio está dizendo no filme – é uma completa besteira. Mas há algo que eu penso é que o fato de Nick Fury, que na verdade é Talos, acreditar completamente nessa história sobre o multiverso, me faz pensar … Bom, agora isso está fora de questão, mas se Talos está ciente de algum tipo de multiverso, é porque isso deve existir… Pode até parecer fan-fiction para mim. Mas ele, com certeza, está certo disso!”

Antes do lançamento de Homem-Aranha: Longe de Casa, os trailers indicavam que a teoria do multiverso estava dirigindo o MCU. Claro, Mysterio é um trapaceiro nos quadrinhos, então muitas pessoas pensaram que ele poderia ter um truque na manga desta vez também.

Na verdade, no filme, há muitos truques acontecendo. Mysterio é na verdade Quentin Beck, um homem que neste universo do cinema não é de outra Terra e não é, de fato, superpoderoso de forma alguma. Em vez disso, ele é um dos ex-funcionários descontentes de Tony Stark que engana o Homem-Aranha para lhe dar acesso ao E.D.I.T.H., um sistema de inteligência artificial de propriedade da Stark que pode causar estragos e manter sua aparência superpoderosa.

Ele também não é o único trapaceiro nesta história, como vimos, Nick Fury nem é Nick Fury, e sim Talos, que conhecemos em Capitã Marvel no início deste ano. Nick Fury, aparentemente, está no espaço e Talos tem cuidado das coisas na Terra em sua ausência, embora não tenha ido muito bem.

Basicamente, porém, o diretor Jon Watts nos disse que, mesmo que a Marvel tenha golpeado os fãs em relação à existência de um multiverso neste momento, não é um conceito totalmente inacreditável no MCU, e é por isso que Peter Parker (com seu amor por ciência e tecnologia) confia totalmente em Quentin Beck em primeiro lugar. As experiências passadas de Talos com o conceito do multiverso também podem ser o motivo de ele ter sido enganado a princípio. Existem estas e outras piscadelas para a existência de outros universos durante todo o filme.

Obviamente, Watts não pode confirmar que esta é a direção que a Marvel está seguindo na nova fase, então nós ainda deveríamos ter isso como uma teoria dos fãs, embora o comentário de alguém que tenha passado muito tempo pensando sobre o MCU possa saber mais a respeito do que seria possível.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.