Michelle Williams e seu discurso poderoso no Globo de Ouro

Michelle Williams e seu discurso poderoso no Globo de Ouro
(Fonte: Divulgação)

Michelle Williams usou sua vitória no Globo de Ouro para fazer uma declaração poderosa sobre os direitos ao aborto

Michelle Williams, mais uma vez, usou o destaque que conquistou para falar sobre questões que afetam as mulheres. No Emmy 2019, ela contou em seu discurso a importância que o fato de ter sido reconhecido e ter tido suas necessidades atendidas foram cruciais para que ela pudesse realizar um trabalham incrível interpretando Gwen Verdon em Fosse/Verdon.

No último domingo (05), Williams recebeu o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série Limitada pelo mesmo papel e aproveitou o momento para dar uma declaração poderosa – e muito pessoal – acerca das escolhas democráticas das mulheres.

“Agradeço o reconhecimento pelas escolhas que fiz e agradeço também o fato de ter vivido em um momento de nossa sociedade onde a escolha existe”, prosseguiu Williams, durante os primeiros aplausos. “Porque como mulheres e garotas, coisas podem acontecer com nossos corpos que não são nossas escolhas”. Williams eloquentemente manteve sua fala pessoal, compartilhando como tentou viver uma vida ditada por si mesma e não uma série de eventos sucessivos, mas uma vida que pudesse olhar e reconhecer sua própria escrita por todo o percurso.

“Às vezes bagunçada e rabiscada, às vezes cuidadosa e precisa. Mas uma que esculpi com minhas próprias mãos”.

“E eu não teria conseguido fazer isso sem aplicar o direito de uma mulher de escolher”, e foi esta frase que atraiu muitos aplausos, tendo uma carga mais intensa de significado já que Williams está grávida. “Escolher quando ter filhos e com quem, quando me senti apoiada e capaz de equilibrar nossas vidas, como todas as mães sabem que a balança sempre fica – e deve ficar – a favor dos filhos”, continuou.

“Agora sei que minhas escolhas podem soar diferentes das suas, mas graças a Deus, ou a quem quer que seja que você reza, que vivemos em um país fundado nos princípios de que sou livre para viver minha fé e você a sua. Então, mulheres de 18 a 118 anos, quando chegar a hora de votar, por favor o faça para seu interesse. É o que os homens vem fazendo há anos – motivo este pelo qual o mundo parece tanto com eles. Mas não se esqueçam que somos o maior corpo eleitoral deste país. Vamos fazer com que ele se pareça com a gente”, concluiu a atriz.

O mundo precisa se parecer mais com a gente porque nós, mulheres, também temos que ser reconhecidas e valorizadas. Isso não virá de mão beijada, mas através de luta e resistência cotidianas. Michelle Williams foi incrível ao usar seu local de fala para chegar até mais pessoas.

Esperamos que suas palavras ressoem por aí, especialmente quando os direitos ao aborto estão sob extrema ameaça.


Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.