Efeito coronavírus: Shoppings da Grande São Paulo serão interditados

Efeito coronavírus: Shoppings da Grande São Paulo serão interditados
Fonte: Pixabay

Governo de SP anunciou medida contra o avanço do vírus

Por conta do coronavírus, os shopping centers da Grande São Paulo serão interditados. O anúncio foi feito pelo governador João Dória, que afirmou que o fechamento começará a partir de 23 de março, e deve durar até 30 de abril. A medida, porém, não se aplica aos shopping centers do interior e do litoral [via G1].

Dessa forma, lojistas e redes de cinema serão forçados a fechar as portas durante os períodos. Fora do shopping a situação é parecida: cinemas de rua de São Paulo, como o Petra Belas Artes e o Espaço Itaú, também serão interditados.

View this post on Instagram

⚠️ COMUNICADO ⚠️

A post shared by Petra Belas Artes (@petrabelasartes) on

Efeito Coronavírus na indústria do entretenimento

O COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes – incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como 007 – Sem Tempo Para MorrerVelozes e Furiosos 9Um Lugar Silencioso 2MulanNovos Mutantes entre outros, tiveram suas estreias adiadas por causa da pandemia. Entre 13 e 15 de março, os Estados Unidos registraram sua pior arrecadação em 20 anos nas bilheterias.

Cinema e Streaming

Um dos primeiros países afetados pelo Coronavírus foi a China, dona de um dos maiores mercados mundiais para o cinema. Mais de 70 mil cinemas foram fechados no país em janeiro, mês em que foram registradas mais de 9 mil infectados e 200 mortes. De acordo com o THR, o surto pode causar um prejuízo de até US$ 2 bilhões na bilheteria estimada para este ano. Os números podem aumentar ainda mais, já que muitos lançamentos eram previstos para combinar com as festividades do ano novo chinês – celebrado em 25 de janeiro.

Na China, o fechamento das salas causou um embate entre os cinemas e os serviços de streaming locais. Como as leis do país só permitem distribuição internacional das produções após a estreia local, algumas distribuidoras optaram por fazer as estreias através de serviços de streaming. Porém, as redes de cinemas se sentiram prejudicadas com a atitude, exigindo intervenção governamental para impedir a medida e prometendo boicote a futuros lançamentos.

No resto do mundo, os serviços de streaming realmente cresceram por conta do risco. De acordo com o analista Dan Salmon, a Netflix teve um aumento de 0,8% em suas ações na Wall Street em meio à maior queda da bolsa de valores de Nova York nos últimos 9 anos por conta da preocupação de seus consumidores em ficar em casa.


Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.