Emilia Clarke sente o mesmo que você sobre o final de Daenerys em Game of Thrones

Emilia Clarke sobre o final de Game of Thrones
HBO/Divulgação

Emilia Clarke conta que tudo a perturbou: desde os diálogos até a história final

Emilia Clarke mudou sua carreira com Game of Thrones, da HBO. Atualmente, ela está voltando às suas raízes como atriz de teatro na peça The Seagull, de Chekov, em Londres. Mas mesmo que tenha começado a trabalhar em coisas melhores, ela não esqueceu o tempo que passou em Westeros, nem como tudo terminou.

Sim, eu senti por ela. Eu realmente senti por ela”, disse Clarke ao The Times of London em uma entrevista recente sobre a repentina virada de Daenerys Targaryen na temporada final de GOT, da amada mãe dos dragões a genocida de King’s Landing. Ela foi de salvadora a vilã em pouco tempo e acabou morta por seu sobrinho/amante Jon Snow. “E sim, eu estava irritada por Jon Snow não ter que lidar com nada? Ele escapou de um assassinato“.

A reação de Clarke ao ler os episódios finais foi exclusivamente dela. A atriz conta que, quando teve o primeiro contato com o roteiro, tentou não considerar muito o que as outras pessoas poderiam dizer, mas sempre sempre teve em mente o que os fãs pensariam. “Afinal, fizemos isso por eles, e eles foram a razão do nosso sucesso e é, no mínimo, educado considerar a recepção, não é?”, completou Emília.

Clarke admitiu que estava chateada por Daenerys não ter um “final feliz”, mas ela afirma que a série foi “um presente” para ela como atriz e sempre agradecerá por ser uma pequena parte de um dos maiores programas de TV de todos os tempos. A atriz declarou que o programa poderia ter lidado melhor com sua temporada final se fosse executado com mais de seis episódios. “Poderíamos ter feito isso por um pouco mais de tempo“.

Uma parte da temporada final da qual Clarke não gostou foi que, no fim das contas, o conjunto não era nada além de cenas de ação e que não havia espaço para momentos de diálogo e construção das personagens. A atriz disse que gostaria de ter mais cenas com conversas importantes, uma opinião que compartilhou pela primeira vez com a Entertainment Weekly logo após o final da série. Clarke disse que na época ela desejava que o programa lhe desse mais cenas com a co-estrela Lena Headey, que interpretou Cersei Lannister.

A atriz também concorda (com a gente pelo menos) que a temporada final se baseou demais em grandes cenários e não em diálogos e histórias. “Era tudo sobre as grandes cenas“, diz Clarke ao The Times. “Eu acho que a natureza sensacional do programa foi, possivelmente, o intervalo enorme de tempo entre os grandes acontecimentos, porque é isso que faz sentido“.

A temporada final e a mudança de Dany poderiam realmente ter funcionado melhor se os escritores do programa não tivessem apressado tanto tudo. Apenas seis episódios para a temporada final foi muito pouco e cobriu um terreno que poderia facilmente ter preenchido duas temporadas, mas os diretores do programa queriam seguir em frente com suas carreiras.

Clarke afirmou ainda que se sentia como uma “pequena engrenagem em uma grande máquina”, que é como imaginamos que a maioria dos atores se sentiram com o fracasso inevitável que previam do que uma vez foi um grande show do qual eles fizeram parte.


Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.