George R.R. Martin confirma Starks, Lobos Gigantes, Mamutes e outros detalhes para série derivada de Game of Thrones

Lobo gigante em Game of Thrones
Game of Thrones/HBO/Divulgação

Prontos para novas informações sobre a misteriosa série derivada de Game of Thrones da HBO?

Graças a George R.R. Martin, temos alguns detalhes novos para compartilhar com você sobre a série derivada de Game of Thrones que está atualmente em produção.

Martin está chamando a série sem título de “A Longa Noite“, que é a época em que a história se passa, cerca de 5.000 anos antes dos eventos de Game of Thrones, e será em uma Westeros muito diferente da que estamos acostumados.

“Westeros é um lugar muito diferente. Não há Porto Real. Não há Trono de Ferro. Não há Targaryens – Valyria mal começou a subir ainda com seus dragões e o grande império que construiu. Estamos lidando com um mundo diferente e mais antigo e esperamos que isso seja parte da diversão da série”, revelou o escritor anteriormente.

Também já foi dito que “o projeto narra a queda da Era de Ouro dos Heróis para sua hora mais sombria”. Só uma coisa é certa: dos horripilantes segredos da história de Westeros à verdadeira origem dos White Walkers, dos mistérios do Oriente até mesmo as lendas Stark… nada disso é o que achamos ser.

Durante uma entrevista recente com a EW, Martin revelou algumas novidades sobre a série. Ele diz que a história incluirá membros da Casa Stark de Winterfel e, também, seus lobos gigantes. Martin deu algumas dicas intrigantes sobre o estado de Westeros durante este período de tempo, e até observou um possível novo título:

Mapa de Westeros em Game of Thrones.
(Fonte: Divulgação)

Westeros é dividido em cerca de 100 reinos na série derivada. “Nós falamos sobre os Sete Reinos de Westeros; havia sete reinos na época da conquista de Aegon ”, diz Martin. “Mas se você voltar mais, então haverá nove reinos e 12 reinos, e eventualmente você voltará para onde há uma centena de reinos – pequenos reinos – e essa é a era da qual estamos falando aqui.” Os Sete Reinos mantiveram alguns grau de ordem (pelo menos até a grande guerra eclodir). Assim, parece que Westeros poderia ser ainda mais perigoso, caótico e sem lei do que em GoT – como um Wild West Westeros.

Nós falamos sobre os Sete Reinos de Westeros; havia sete reinos na época da conquista de Aegon ”, diz Martin. “Mas se você voltar mais, então haverá nove reinos e 12 reinos, e eventualmente você voltará para onde há uma centena de reinos – pequenos reinos – e essa é a era da qual estamos falando aqui.” Os Sete Reinos mantiveram alguns grau de ordem (pelo menos até a grande guerra eclodir). Assim, parece que Westeros poderia ser ainda mais perigoso, caótico e sem lei do que em GoT – como um Wild West Westeros.

Existem Starks e lobos gigantes. A matilha sobrevive. Isso deveria ser óbvio, dado o período de tempo (já que os Starks eram descendentes dos Primeiros Homens), mas no caso de haver qualquer dúvida, Martin confirma que a família favorita dos fãs estará presente. “Os Starks definitivamente vão estar lá”, disse ele. E embora muito tenha sido dito sobre o fato de a série derivada anteceder dragões, isso não significa que não haverá outras criaturas. “Obviamente os White Walkers estão aqui – ou como são chamados em meus livros, Os Outros – e será um aspecto importante para toda a história“, diz Martin. “Mas também há coisas como lobisomens e mamutes.”

Não haverá qualquer Lannister – pelo menos não no início … A série derivada antecede a ascensão da família Lannister, disse Martin. Mas há outra família atualmente residindo no futuro lar Lannister. “Os Lannisters ainda não estão lá, mas Castlery Rock certamente está lá. É como o Rochedo de Gibraltar ”, diz ele. “Na verdade, é ocupado pelos Casterlys – quem ainda tem o nome na época de Game of Thrones.” Os Casterlys foram supostamente roubados de sua propriedade por Lann O Esperto – que fundou a Casa Lannister – embora não esteja claro se esta história será contada na nova série.

Rochedo Casterly antigo lar da família Lannister em Game of Thrones.
(Fonte: HBO/Divulgação)

É um verdadeiro épico. O desfecho do elenco da HBO pareceu sugerir que o show poderia ser liderado por um trio de protagonistas femininas (Naomi Watts, Naomi Ackie e Denise Gough). Perguntado sobre isso, Martin disse que tanto Game of Thrones, como a série derivada, é mais precisamente descrito como uma história coletiva, tal como os grandes épicos são. “Eu hesito em usar a palavra ‘líder'”, diz Martin. “Como você sabe para Game of Thrones, nós nunca nomeamos ninguém para atriz principal ou ator principal [durante a temporada de premiações] até recentemente. Sempre foi sobre apoiar a todas funções porque o show é um conjunto dessas coisas. Eu acho que isso valerá para este show também. Nós não temos líderes como um grande elenco ”.

Exército White Walkers em Game of Thrones.
(Fonte: Amino/Divulgação)

O programa pode ter um título ligeiramente diferente daquele que você está esperando. A série ainda está oficialmente sem título, enfatiza Martin. No passado, o autor sugeriu o título The Long Night (ou A Longa Noite). Um fator nos bastidores que complicou essa escolha é que o terceiro episódio da 8ª temporada de Game of Thrones também é intitulado “The Long Night”. Enquanto este continua sendo o título preferido de Martin, há outra possibilidade similar sendo considerada. “Eu ouvi uma sugestão de que poderia ser chamada de A Noite Mais Longa, que é uma variante que eu não me importaria“, diz ele. “Parece muito bom“.

Enquanto Martin tem muitos projetos em andamento, incluindo o próprio piloto da série derivada, ele observa que atualmente só se preocupa com uma coisa: o sexto romance de gelo e fogo, The Winds of Winter.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.