Katy Keene | Episódio 2: You Can’t Hurry Love (review)

Katy Keene | Episódio 2: You Can't Hurry Love (review)
CW/Divulgação

Não dá para apressar o amor.

Pode até ser triste, mas é a mais pura verdade. A última vez que vimos Katy, ela estava diante de um pedido de casamento… e … bom… parece que ela ganhou algum tempo para pensar, já que naquele mesmo momento o anel de noivado foi roubado.

Mas as coisas nunca são tão fáceis assim. A notícia do roubo (e do pedido!) foi parar em uma coluna de fofocas no jornal, então, toda Nova York estava ansiosa para saber qual foi a resposta. Além disso, nossa protagonista teve que lidar com o tema ao longo de todo o episódio: o príncipe (sim, aquele do episódio anterior) retornou solicitando a ajuda de Katy para confeccionar um anel papel pedir sua adorável plebeia em casamento e o estilista para o qual ela começou a trabalhar (Yay!) está montando uma vitrine para noivas.

Quanto ao pedido de casamento, Katy ficou se questionando se casar com K.O. era parte de seu destino. Embora seja evidente que isto seria uma possibilidade no futuro, o processo de amadurecimento da situação é um dos pontos altos que a diferenciam de Riverdale.

Em vez de apressar as coisas como os adolescentes fazem por lá, Katy Keene apresenta personagens mais maduros e menos impulsivos. Como se tratam de adultos, não há mais tempo para brincadeira e é o momento de perseguir seus sonhos, ao mesmo tempo que se planeja o futuro.


Katy Keene | Episódio 2: You Can't Hurry Love (review)
CW/Divulgação

Katy garantiu que ela e K.O. não pulassem nenhuma etapa necessária antes de aceitar tal compromisso. Então, os dois decidem morar juntos. Ainda não sabemos exatamente como isso vai funcionar, já que no momento ela divide a casa com Jorge e Josie, além da parafernália de costura.

Todo domingo, quando eu era menininha, minha mãe costumava me levar ao farol. Ela dizia que era o nosso lugar secreto. Agora, é onde eu venho para fugir da cidade e ficar um pouco de silêncio.

Diz Katy quando se retira para pensar um pouco.

A maturidade de Katy, e até de K.O., é um conceito estranho em um drama da CW, e é por isso que é tão atraente. Katy entendeu que recusar a proposta poderia prejudicar o relacionamento deles, mas ele é seu primeiro amor e ela sabia o que queria e não era se casa com ele agora. Ela herdou a família dele quando sua mãe morreu, e colocar a pressão adicional do noivado na mistura poderia dificultar e apressar as coisas.


A maior surpresa do enredo foi a conversa entre Katy e Glória, sua chefe diabo veste prada. Com esta cena, podemos simpatizar um pouco com ela e ver que Glória admira Katy e torce pela felicidade dela.

Tudo bem que Glória é a última pessoa a quem nossa designer de moda (vou chamar Katy assim!) deveria ter pedido conselhos. Bom, tempos desesperados exigem medidas desesperadas. No entanto, foi legal ver que isso ajudou a construir uma ponte entre as duas mulheres.

Falando no trabalho de Katy… ela conseguir uma oportunidade incrível de trabalhar com François, mas vimos que ela ficou dividida entre as duas funções de atender os cliente ricos e trabalhar com o estilista. Ainda que François estiver chateado por Katy não escolher definitivamente um dos lados, ele conhece seu valor e a defendeu no episódio de estreia da série porque entende seu imenso talento.

Josie

Josie está trabalhando em uma loja de discos! Com certeza, essa foi uma ótima saída para a personagem poder se desenvolver longe dos perigos e bizarrices de Riverdale. A má notícia é que a loja está prestes a fechar, mas Josie conhece alguém que pode ajudar.

Tenho que confessar que ainda não estou convencida de que Alexander é uma boa pessoa. Não dá pra esquecer que ele ficava rondando as praças de Nova York à procura de garotas talentosas apenas para poder sair com elas. Sinceramente…

Entretanto, há uma conexão inegável entre ele e Josie. E, sim, ele até que tentou ajudar com a loja de discos se aproveitando das facilidades que o nome de sua família carrega. É então que surge sua irmã, Alexandra e eu tenho a impressão de que a série está tentando pintar ela como vilã, mas no fundo pode ser que ela seja a cabeça pensante da família e está apenas pensando em como fazer bons investimentos.

Claro, se Josie tivesse conseguido o contrato de gravação teria sido ótimo, mas ainda temos muitas reviravoltas pela frente…

Jorge

Vamos falar de Jorge, já que pudemos conhecer um pouco mais de sua personalidade. Sabemos que audições são obrigatória se você almeja entrar para o mundo dos espetáculos da Broadway, mas ele nunca poderia ter previsto entrar para a lista de exceções.

Vale lembra que Jorge foi rejeitado em uma audição passada por seu “feminino demais”. Claro que diretores e produtores responsáveis pela seleção de elenco devem ter uma visão da aparência que desejam que um personagem tenha, mas isso não é desculpa para colocar isso em pauta durante um teste. Eles deveriam ter dado a chance de Jorge ajustar algum tom de interpretação que eles não gostaram ao invés de expôr sua homofobia inconsequentemente.

Enfim, Jorge é fantástico sendo ele mesmo ou Ginger Lopez e, neste episódio, vimos uma tentativa dele tentar se encaixar em padrões completamente opostos a quem ele é. Com alguns contatos, ele conseguiu ir em uma audição para um musical de rap e foi aceito, mas isso significava que ele teria que partir imediatamente para uma turnê do espetáculo deixando de lado seus sonhos, Nova York e Ginger.

A escolha de “A Million Reasons” de Lady Gaga para seu número final como Ginger permitiu que Jorge expressasse seus sentimentos aprisionados e refletisse sobre quem realmente era e o que buscava.

Deixar os amigos para trás seria algo importante, especialmente quando a Broadway é onde está o coração dele. A decisão de abandonar o espetáculo de rap não foi surpresa e todo esse cenário deve ter levado Jorge mais perto de tornar seus sonhos realidade.

Pepper

O que nos leva a Pepper. Eu tive dificuldade em me conectar com a personagem na estréia da série. Quando as pessoas agem como se fossem a pessoa mais importante do mundo, geralmente há um segredo sombrio bem próximo.

Eu gostaria de estar mais entusiasmada com Pepper, mas ela continua sendo um livro fechado e nós continuamos juntando as peças do quebra-cabeças que estão espalhadas para conseguir dar sentido a ela. Em vez de confiar em seus amigos, ela está inventando mentiras para manter a história de que é rica e importante.

Ser expulso do hotel por dever muito dinheiro é problemático. Ainda mais quando ela tenta conseguir algum dinheiro com um desconhecido. Não consigo deixar de pensar que Jorge, Katy e Josie vão se sentir traídos quando descobrirem a verdade.


“Não dá para apressar o amor” superou as expectativas da estréia da série. Conseguimos ver a história das personagens avançar, empurrando-os para o próximo estágio de sua missão: ver seus nomes sob luzes brilhantes.


O que você achou da decisão de Katy? Ela deveria ter aceito a proposta? Gloria está tramando algo? Você ainda está em cima do muro sobre Pepper? Você está feliz que Jorge tenha optado por ficar em Nova York?


Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.