Riverdale 4×04 | Assombração? Jug morto? Blackhood de volta?

especial de Halloween de Riverdade comentado 4x04
CW/Divulgação

O episódio 4 da quarta temporada de Riverdale foi ao ar na semana passada e foi o primeiro especial de Halloween do programa. A trama não decepcionou e nos permitiu dar uma volta assustadora pelos vários enredos que estavam rolando simultaneamente durante o feriado. Vimos surgir uma possível assombração, Jug preso num caixão, Verônica queimando um serial killer fugitivo, Betty sendo atazanada inúmeras vezes por pessoas fantasiadas de Blackhood e Gargoyle King, e, Archie … … Bem, tentando encontrar um propósito…

No entanto, exatamente quando já havíamos aceitado que o episódio, intitulado “Halloween”, já tinha trazido todas as suas surpresas, a CW tinha mais um truque na manga ao revelar o que parecia a morte mais chocante de Riverdale para sempre.

Ah! A misteriosa fita VHS deixada na porta de Betty contém seis horas de filmagens contínuas da casa dos Cooper (na qual, a propósito, Alice e FP estão oficialmente vivendo juntos), gravadas do outro lado da rua. Muitos outros amigos e vizinhos recebem fitas inquietantes de suas próprias residências.

Mas, vamos por partes. O episódio acompanhou quatro enredos diferentes, com os nossos personagens principais desenvolvendo suas próprias histórias com níveis de medo variados.

Archie

A história menos assustadora do episódio foi protagonizada por Archie (KJ Apa), que continua sua missão de impedir que a juventude de Riverdale caia nas mãos da gangue de Dodger (Juan Riedinger), ou bandidos que vivem em fliperamas. No entanto, este segmento ofereceu uma deliciosa referência para os fãs da Archie Comics, Archie surge com a fantasia de seu alter ego dos quadrinhos, “Pureheart, o Poderoso”, já Mad Dog (Eli Goree) se vestia como “The Shield”, um super-herói patriótico da Archie Comics que antecedeu Capitão América.

O enredo também nos deu uma dica sobre o futuro do Archieverse, quando temos nossa primeira menção a Katy Keene (Lucy Hale), que logo será protagonista de um spin-off da série na CW.

Betty

Betty realmente teve sua sorte testada em Riverdale nesta semana, enquanto se vestia como Laurie Strode, a personagem de Jamie Lee Curtis de Halloween, o filme de terror de 1978. Sua noite começou bastante traumática, com crianças pedindo travessuras ou gostosuras na sua casa vestidas como o Rei Gárgula e o Capuz Negro, também conhecido como seu pai morto Hal (Lochlyn Munro). Falando em Hal, alguém que finge ser o pai psicopata segue atormentando a vida de Betty com ligações bizarras.

Eventualmente, descobrimos que essas ligações são recebidas de sua irmã Polly (Tiera Skovbye), como parte de sua vingança contra Betty por acabar com a fazenda no último episódio. No entanto, Polly não é a única com propósitos nefastos, pois quando Jughead e Betty mais tarde estão falando ao telefone, seu irmão agente do FBI, Charles (Wyatt Nash), está ouvindo suas conversas através de grampos nas suas ligações, os mesmo que ele usou para ajudar a garota a ‘descobrir’ a origem dos telefonemas.

Veronica

Veronica (Camila Mendes) obtém a história de horror mais instigante do especial de Halloween, quando a vemos trabalhando até mais tarde no Pop’s e atendendo a mais um cliente que aparentemente é alguém que está viajando a horas para encontrar a família e para quem ela prepara o jantar.

No entanto, descobrimos que o cara nada mais é do que um serial killer que está à solta em Riverdale (quando não estão?) conhecido como “O Homem da Família” porque ele mostra fotos de seus filhos e faz com que as pessoas cozinhem para ele antes de assassiná-las brutalmente. Veronica lida com a informação calmamente e arquiteta um plano perfeito (perfeito demais, irreal eu diria. Mas enfim, em Riverdale tudo é possível, então, vamos voltar a suspender a nossa descrença). Ela corre para o porão, no La Bonne Nuit, enche uma vazilha com álcool e apaga as luzes, nos deixando intrigados sobre suas intenções e o fato de que ela poderia ter corrido para fora do lugar e não para uma armadilha mortífera. Enfim, aparentemente, ela previu cada passo do serial killer experiente. Ele desce as escadas e acende um isqueiro para poder procurá-la. Verônica jogar o àlcool no homem, que começa a pegar fogo.

Cheryl

Cheryl (Madeleine Petsch) segue com a trama mais louca que já vimos em Riverdale, enquanto ela continua se recusando a enterrar o cadáver de seu irmão Jason (Trevor Stones), apesar dele ter sido infestado de ratos no episódio anterior.

Toni (Vanessa Morgan) finalmente a convence a enterrá-lo … mas assim que ele está no chão, a casa começa a ser aterrorizada por um boneco de marinheiro que pode estar possuído pelo espírito do trigêmeo morto dos Blossom, Julian. Sim, a teoria do terceiro filho estava certa e logo é esclarecido que Cheryl absorveu(Comeu?) o bebê ainda no útero, durante a gestação. Enfim, Cheryl manipula Toni para que ela permita que Jason volte para a casa e seja desenterrado. Quando Tony concorda em desenterra o cadáver para que Cheryl deixe de aterrorizá-la com a história do boneco, a brinquedo continua surgindo aqui e ali.

Jughead

Enquanto isso, na Stonewall Prep, uma discussão literária animada termina da maneira que essas coisas costumam terminar … com uma das partes presa em um caixão. Depois que Jughead (Cole Sprouse) e o novo inimigo Bret (Sean Depner) discutem sobre os méritos relativos de Edgar Allan Poe e H.P. Lovecraft, Bret tenta provar a Jughead que o primeiro é mais assustador, recriando seu conto de 1844 “O Enterro Prematuro”, drogando Jug e colocando-o em um caixão no escritório de Sr. Chipping (Sam Witwer).

Enquanto a animosidade entre Jug e Bret aumenta, Moose (Cody Kearsley) desapareceu, e Jug pode estar em breve se juntando a ele … embora ao contrário de Moose, não será porque o ator que o interpreta acaba de protagonizar um papel de uma série da Netflix.

A trama da quarta temporada

Apesar dos enredos especiais de Halloween, este episódio trouxe alguns novos elementos que devem ser trabalhados ao longo da temporada, como as filmagens de várias casas em Riverdale, a duvidosa parceria com Charles, que ofereceu à Betty um estágio (?) no FBI, Archie retomando as atividades de vigilante (realmente, espero que não), talvez Blackhood ressurgir? Enfim, são várias questões… Maaaaas, no final do episódio, avançamos para o escritório do legista, onde vemos Jughead morto. Sabemos que não ousariam matar Jug a essa altura do campeonado, mas essa cena final pode querer dizer que há um mistério muito maior ocorrendo em Riverdale.

Riverdale continua às quartas-feiras 21h40 na Warner!

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.